Poemas de Rosa Maria Santos

Poemas de Rosa Maria Santos

 

SAUDAÇÃO DE PÁSCOA

Dia de luz, de esperança
Na nossa vida esperada
No verdadeiro sentir da palavra
Em nós resta o sentimento da ilusão
De nos sentirmos e querermo-nos como irmãos
No nosso coração impera por vezes a tristeza
Mas ambicionamos ter a certeza
De seguirmos a vida com alegria
Mesmo que por vezes seja pintada em tons de nostalgia
Da melancolia, em dias ensolarados
À saudade, em dias acinzentados
Por vezes é a nossa realidade
Na Páscoa, é dia de confraternização
Da ressuscitação
Dia da família, de união
Podemos estar longe do olhar
Da nossa família, mas no nosso coração
Impera o amor, a dedicação
Nossos olhos podem lacrimejar
No nosso coração, o sofrer
Mas na nossa mente, o amar
Estão sempre presentes, no nosso sonhar
E na nossa vida o bem-querer
A nossa família é o pilar do bem-estar

Feliz Páscoa, lindos familiares e queridas amizades
Neste dia e sempre, vos desejo felicidades
A Páscoa é dia de fraternidade e igualdade
Só tenho pena, que no universo exista tanta maldade
Pois se todos somos irmãos
Devia haver mais, sensibilidade, no nosso coração

Sines, 19 de Abril de 2014
Rosa Maria Santos

 

A COELHINHA MIMI

A Mimi…
É uma coelhinha, com um feitio, como nunca vi
Quando come, é insaciável
Mas é única, é especial
Não é um coelho de Páscoa
Tem vida, e achamos graça
Quando se zanga é uma desgraça
Passa o dia a saltar
A roer e a resmungar
Vem à procura de um carinho
Quando estendemos a mão com jeitinho
Faz-nos uma realidade
Que nada sabe a falsidade
De repente sem nada o fazer prever
Arranha-nos e morde-nos, sem nada podermos fazer
Ficamos a sangrar, e a nossa pele a doer

A nossa Mimi
É a coelhinha mais bonitinha que jamais eu vi
É demasiada tramada
Só faz disparates e mais, nada
Por vezes é um pouco desajeitada
Mas muito mimada e amada
Perdoamos-lhe qualquer asneira
É demasiada genuína e verdadeira
É a nossa coelhinha anã
Que nos resmunga, logo cedo pela manhã
O que havemos de fazer
Se ela é linda de se ver
É assim a nossa coelhinha Mimi
Sempre a cheirar com o nariz
Não podemos troçar dela
É tão mazinha como bela
É demasiado importante para nós
Nunca a podemos deixar só
Dá cabo de tudo quando está solta
Isso por vezes, nos revolta
Perdoamos-lhe tudo, que ela faz de mal
É uma coelhinha muito especial

Sines, 18 de Abril de 2014
Rosa Maria Santos

 

A Esperança…

A esperança…
Existe, em cada um de nós
Mesmo que no meio de uma multidão,
Nos sintamos sós
Nos momentos de desespero,
Há que lutar
E um novo destino
Saber encontrar
Em cada direção
Há rosas e espinhos
Só temos que escolher
O melhor caminho…

A liberdade
de sonhar
Faz-nos ir mais longe,
No querer conquistar
A nossa felicidade
Estamos sempre na espera
De uma quimera
De algo melhor,
Mais salutar
Nunca devemos deixar
De acreditar
E viver a palavra amar…

A nossa realidade,
O nosso dia, a dia
Há a saudade
A tristeza, a alegria
O respirar da vida…
Observamos a natureza
procuramos uma saída
Dentro do nosso coração,
Temos a emoção
A paixão
A ilusão do amanhecer
O desejar viver
E vencer….

Rosa Maria Santos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s