Marianne está chorando os seus filhos – Uma poema para a Franca / Poema de Diana Skrapari

Poema de Diana Skrapari
 
 
Uma poema para a Franca
 
Marianne está chorando os seus filhos
(Versioni portugez)
 
Esta noite, sexta-feira,
Os sinos tocaram,
Levando com eles,
Os sonhos desfeitos.
Paris caiu em luto,
A loucura humana atingiu,
O Deus é amor,
Por que o ódio,
A sua semente tem semeada ?! …
Marianne está chorando os seus filhos,
Com lágrimas duma mãe,
As lágrimas de tristeza
Do seu corpo,
As lágrimas amargas
Da sua alma.
Marianne passou noites
Sem sono,
Quando eles eram pequenos,
Chorando à noite
Ela tomou os filhos
Nos seus braços,
Dizendo que
O pesadelo acabou,
A mãe querida estava lá.
Marianne, rainha digna
Mãe coragem,
Mesmo nas tempestades
Da história,
Você não está ajoelhada,
E permaneceu forte,
A sua glória atingiu os cumes.
Marianne está chorando os seus filhos,
Que sonhavam em ser
O seu braço direito,
Ela lutou
Para criá-los,
Fazê-los,
Cidadãos dignos,
Queimando nos seus corações,
Três valores
Da humanidade,
Liberdade, igualdade, fraternidade.
Mas o ódio
É cego
A alma é escurecido,
A razão procura olhar
Uma luz,
Mas em vão,
Ela é perdida,
No escuro
Não há nenhuma sobrevivência.
Marianne,
A bondade
É o halo
Da sua alma,
Terra de acolhimento,
Terra de Esperança.
Marianne,
Abriu os seus braços,
Para aqueles que
Procuraram liberdade,
Para aqueles que
Queriam viver em paz.
Marianne está chorando os seus filhos,
Que só queriam
Viver as suas vidas,
As flores da primavera,
Por balas assassinas
Tenham se apagado, pereceram.
Esta noite, sexta-feira,
Alguém esperou
O retorno em casa,
Dum irmão, duma irmã, dum amigo,
Duma mãe, dum pai, duma amiga,
Dum primo, duma prima, duma vida.
Os seus olhos fixaram
Muito tempo a porta,
Orando para ouvir
Um ringtone,
A espera foi interminável,
Eles são transformados
Em anjos,
Eles se foram …
Marianne está chorando os seus filhos,
Ela não pode acreditar que
Eles não estão lá,
Imaginando que
Eles vão voltar
Duma longa viagem,
Na sua cabeça,
Ela ainda ouve
As suas vozes.
Um anjo fica perto
Dela,
Ele limpa
As suas lágrimas de coração,
Ele beija Marianne,
Com as suas asas,
E diz baixinho:
Mãe, minha linda mamãe,
Não chore,
Eu não queria
Deixá-la,
Mas o mal
Levou-me longe de você,
Seja forte,
Querida mamãe,
Eu sou o seu anjo da guarda,
Cuidando de você,
Do Paraíso.
Eu te amo, querida mamãe!
Obrigado,
Por tudo isso
Você me deu,
Em terra,
Quando eu estava vivo.
Agora,
Eu sou um anjo,
Mas a Marselhesa,
Ainda,
Ressoa na minha cabeça.
Para a eternidade,
O meu coração,
Para você,
Vai bater,
A bandeira tricolor,
Na minha alma
Vai içar.
Eu te amo, querida mamãe,
Não chore! …
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s