Poems by Maria Dulce Leitao Reis 

Poems by Maria Dulce Leitao Reis 

 

SEAQUAKE

I was caught inside me…
In a frightful storm …
Whose epicenter …
It was located in the heart!
But I decided to be strong …
To face the monster …
Do not miss the north …
It was a terrible tidal wave!
The angry giant waves …
They were pulling me against the concrete …
Increasingly mad and enraged!
I stuck my foot in the quicksand …
I looked up, begging ….
God the Father Creator of all things …
Look at my affliction …
Calm down the waters …
Come to my rescue …
I do not want to give up fighting …
Nor waver
I want to continue my life …
Does not matter…
Whether to sing a “fado”, or a joyful song …
What is important is to live!
Living with dignity ..
To open the shutters and let the sun come in …
To light a new dawn!
And not to lose the way to love …
And with the sun inside me …
Giving me light and heat …
I move on…
Treading my way to the end!
Come with me, I do not want to lose you my love …
Do not yield to the temptations of the devil …
They are just strident sounds …
That he rips out of his harmonium!
The tsunami inside me, finally calmed down…
Got back to the High Seas …
With the same anger with which he attacked me …
Leaving me free to love …
And there he went, screaming profanity …
Because the King, of all kingdoms and empires …
So he ordered it!
My being, now flooded with light, calmed down …
My love, give me your presence forever!
I could no longer live with such confusion …
My great and true love has returned …
After all … he was never absent ….
And it was a joy to the heart!
Now with the tidal wave quiet…
Our hearts ….
They’re together anywhere!

 

MAREMOTO

Fui apanhada dentro de mim…
Numa tempestade medonha…
Cujo epicentro …
Estava localizado no coração !
Mas decidi ser forte…
Enfrentar o monstro…
Não perder o norte…
Era um temível maremoto !
As ondas gigantes enfurecidas…
Arremeçavam-me contra o betão…
Cada vez mais loucas e enraivecidas !
Finquei o pé na areia movediça…
Ergui os olhos para o alto implorando….
Deus Pai Criador de todas as coisas…
Olha a minha aflição…
Amansa as águas …
Vem em minha salvação…
Eu não quero desistir de lutar…
Nem tão pouco vacilar
Quero dar continuidade á minha vida…
Não importa…
Se a cantar um fado, ou uma alegre cantiga…
O que é importante é viver !
Viver com dignidade..
Abrir as persianas e deixar o sol entrar…
Para iluminar um novo amanhecer !
E não perder o jeito de amar …
E com o sol dentro de mim…
Dando-me luz e calor…
Eu sigo em frente…
Trilhando o meu caminho até ao fim !
Vem comigo, não te quero perder meu amor…
Nao cedas ás tentações do demónio…
São meros sons estridentes…
Que ele arranca do seu harmónio !
O tsunami que dentro de mim se agigantou…
Recolheu ao Alto mar …
Com a mesma ira com que me atacou…
Deixando-me livre para amar…
E lá foi ele , vociferando impropérios…
Porque o Rei , de todos os reinos e impérios…
Assim o ordenou !
O meu ser , agora inundado de luz, acalmou…
Meu amor , brinda-me com a tua presença para sempre !
Já não conseguia viver com tanta confusão…
O meu grande e verdadeiro amor regressou…
Afinal … ele nunca esteve ausente….
E foi um contentamento para o coração !
Agora com o maremoto aquietado…
Nossos corações ….
Estão juntos em qualquer lado !

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s