Boa tarde! (A Humanidade e o carro) / Zé Reys Santos

 
Boa tarde!
A Humanidade e o carro
 
No dia seguinte, ao hoje de ontem, um carro vem e nos assustam, você se safa feliz e mesmo diante da morte, sentimos nossos corações sorrirem. Após ter se refeito do susto, seu coração está calmo e emotivo, já reparou como você se sentiu uma pessoa abençoada?
 
Porém, as vezes nem nos damos conta do que fizemos ontem, ontem colaboramos com um amigo que precisava de algo que podíamos dar, fazendo algum esforço ou apenas sendo generoso espontaneamente.
 
Se pensarmos bem, Deus nos antecedeu, dando-nos uma ótima oportunidade e, nós, usamos nossos livres arbítrios, para exercer a nossa humanidade. A nossa humanidade é coisa Divina e Sagrada, porque foi ela quem nos salvou do carro.
“Você nunca sentiu que sempre é Deus que lhe dá primeiro, em forma de oportunidade para que usemos a nossa humanidade em pró a nós mesmos, fazendo para os outros, o melhor de nós?”
 
Então, pensando bem, sempre há o antes do antes. Nós criamos a nossa existência feliz ou infeliz. Quando pensamos deliberadamente, administrando as nossas ações e não nos permitindo a contaminação de nossas mentes. Sempre seremos profícuos.
 
O carro providencial do caminho, é aquela pedra do imponderável mas, que da mesma forma, é evitável e se dá com o desapego preso nas nossas inercias e descasos para com os outros. Então quando recebemos uma oportunidade de ajudar, isso não foi por acaso.
 
Nos meados do ano de 1979, eu comecei a minha jornada de voluntariado, em pró, a minha comunidade e de lá para cá, jamais parei de fazer, participando de centenas de meios. E em todos os dias seguintes, carro e pedras passaram zunindo em minhas orelhas, nunca, nenhum(as), as arrancaram.
 
Para me ajudar, neste momento difícil, você pode solicitar meu livro
ou fazer alguma ação que me ajude, como encomendar um texto, um poema exclusivo, um vídeo, um áudio, etc. Não posso lhe afirmar que a sua ação reverta nos mesmos benefícios que senti em fazer, até hoje, o que fiz.
 
O que posso garantir é que a minha gratidão irá, sim, reverberá em seu nome, para sua felicidade! Então se se despuser me chame!
Gratidão!
 
Zé Reys Santos: Autor, escritor, poeta e Terapeuta Holístico.

One thought on “Boa tarde! (A Humanidade e o carro) / Zé Reys Santos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s