Poemas de Varenka de Fátima Araújo

Poemas de Varenka de Fátima Araújo
 
Sete Pecados
 
Não deixar-se levar pelo brilho mudando
A nutri-se de beleza vil e do ilusório triunfo
Tudo é fugaz, ficam as boas ações
 
Não querer se apossar dos pertences dos outros
Não ter um olhar maléfico
Mas, um olhar de contemplação
 
Não semear loucuras, lembranças odiosas
Em entroncamentos com o mal e odiento
Sabeis que envenenam o Ser
 
Não deixar os projetos de vida esmorecidas
Nem ficar parado pensando que vais enriquecer
O livro da vida jamais esquecido
 
Não guardar tesouros no baú
Com avidez poupando em absoluto poções
Na entrega total dizendo “não e não”
 
Não ingerir com excesso as boas iguarias
Ser moderado, para o bem da saúde
Agradecer de A à Z o teu sustento
 
Da avidez profana na boca, uns homens
Do engano tantas desditas aos outros
Da luxuria faz, não é igual homens
 
Varenka de Fátima Araújo
Salvador – Bhia – Brasil
 
 
 
Segredo
 
Noite iluminada
Guardou nosso segredo
Mas a lua prateada
Sumiu com enredo
 
Esse meu intimo sente
E com volúpia dizer
Esse segredo da mente
Que é preciso esquecer
 
Varenka de Fátima Araújo
Salvador – Bahia- Brasil.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s